Início » Noticia » Auditoria Geral do Estado investe em medidas sustentáveis.

Auditoria Geral do Estado investe em medidas sustentáveis.

Campanha interna visa cuidados com o meio ambiente e economia para os cofres públicos.

  Desde o primeiro semestre deste ano, com a criação da campanha interna “AGE Sustentável”, a Auditoria Geral do Estado (AGE) vem promovendo medidas que visam não só menos impacto ao meio ambiente, como também economicidade para a administração pública. Foi feita a substituição de mais de 100 lâmpadas fluorescentes por lâmpadas de led e a instalação de iluminação com sensor de presença em áreas comuns. Segundo a Gerência de Projetos e Obras do órgão, além de garantir eficiência energética, isso deve gerar uma economia de até 85% no consumo de energia, em relação a iluminação.

 

  Outra ação realizada dentro do projeto foi a entrega aos 58 servidores, terceirizados e estagiários, de canecas de cerâmica e copos em fibra de bambu. O objetivo é eliminar de vez a utilização de copos descartáveis que, segundo uma pesquisa feita pela Unicamp, tem uma vida útil de apenas 13 segundos após saírem do display, mas podem levar até 400 anos para se decomporem no meio ambiente.

  “Por ser um material de baixo custo e de fácil aquisição, torna-se um material de uso inconsequente, ou seja, se é barato usa-se mais depositando cada vez mais na natureza. Cada copo reutilizável evita, no mínimo, o uso de quatro descartáveis por pessoa numa jornada diária de trabalho. E considerando o cenário atual, onde se discute a questão da economia nos insumos de produção, o uso de descartáveis vai de encontro a isso, pois utiliza-se muita água e energia em seu processo”, explica o Auditor Adjunto da pasta, Franney de Oliveira.

 

  Para o gerente de projetos e obras da AGE, Fernando Santos, ações como estas são importantes para a conscientização da conservação dos recursos naturais. “Desenvolver essa cultura de consumo consciente de materiais gera automaticamente resultados econômicos, ambientais e sociais. Que novas ações que venham a ser implementadas pelos órgãos da Administração Pública do Estado possam servir de exemplo e inspiração para a sociedade civil paraense para que tenhamos crescimento consciente e redução de impactos e mudanças climáticas”, comenta o servidor.

  O órgão também já conseguiu reduzir em mais de 40% o quantitativo de impressões entre o primeiro e o terceiro trimestre deste ano, trabalhando a conscientização entre os servidores e orientando sempre a tramitação de processos digitais através do Processo Administrativo Eletrônico (PAE). A plataforma on-line, desenvolvida pela Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa) com o apoio da Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), substitui processos físicos por eletrônicos e objetiva tanto melhorar a qualidade da administração pública, integrando diversos serviços em um único ambiente virtual, como também reduzir custos com papéis, insumos de impressão e até combustíveis, que antes eram utilizados nos veículos que transportavam esses documentos entre os órgãos.

 

  “Esta ação só vem a somar às demais práticas sustentáveis implantadas na AGE desde 2020, consolidando assim o nosso comprometimento na sustentabilidade econômica, financeira e ambiental em nossa atividades”, complementa o gestor.

 

Texto por: Lucila Pereira (AGE).

Fotos por: Ascom / AGE.