Início » Noticia » AGE doa equipamentos eletrônicos ao Movimento República de Emaús

AGE doa equipamentos eletrônicos ao Movimento República de Emaús

Bens inservíveis, como computadores, teclados e câmeras fotográficas digitais vão atender ao trabalho de qualificação de jovens atendidos pela instituição.

 

A Auditoria-Geral do Estado (AGE) doou 32 equipamentos eletrônicos, entre computadores, teclados e câmeras fotográficas digitais, ao Movimento República de Emaús, na manhã desta quarta-feira /(29). Devido ao longo tempo de vida útil, os materiais - que já não estavam mais atendendo às necessidades do órgão - serão agora utilizados em novas finalidades, e depois o descarte correto pelo Movimento.

Os equipamentos serão utilizados nas várias ações desenvolvidas pelo Movimento República de Emaús.

“É uma satisfação muito grande poder contribuir com a doação de materiais que não se adequam mais às nossas necessidades, mas que ajudarão nos projetos e obras assistenciais do Movimento”, disse o auditor-geral do Estado, Rubens Leão.


O auditor-geral Rubens Leão (d) e um representante do Emaús.

Uma equipe do Movimento República de Emaús foi à sede da AGE receber os aparelhos, que já têm destino certo. “Nós vamos direcioná-los para a nossa escola ‘Centro de Recondicionamento de Computadores’, para servir de material pedagógico em aulas práticas para os jovens que participam dos cursos”, contou o coordenador de Sustentabilidade da instituição, José Maria Dias.


Eixos de aproveitamento - Ele informou que as peças passarão por um processo de recondicionamento, para que voltem a ser utilizados em três eixos. “O primeiro é a promoção de direitos relativos à profissionalização dos jovens que passam aqui, já que eles vão aprender uma profissão, para que possam ser pessoas autônomas. O segundo eixo é que esses computadores vão voltar a funcionar, e vão ser direcionados para outras instituições que trabalham com inclusão digital, para que pessoas que não têm acesso a esses equipamentos possam ter. E o terceiro eixo é o reaproveitamento e a destinação correta do lixo eletrônico que será gerado, para que esse material não vá ser descartado de forma errada no solo, e venha a se transformar em problema para o meio ambiente”, detalhou o coordenador.

José Maria Dias (e) e Roberto Mendes, gerente de TI da AGE.

Segundo José Maria Dias, “destinar esse material em forma de doação pro Emaús demonstra a preocupação e responsabilidade social que a AGE tem com os preceitos do direito administrativo, da boa utilização, da eficácia desses bens, É a postura que nós, como cidadãos, acreditamos ser correta, e que a AGE está fazendo da forma certa”.

 

O Movimento República de Emaús é uma instituição sem fins lucrativos que atua há mais de 50 anos na promoção dos direitos da criança e do adolescente em situação de vulnerabilidade social, a fim de combater a exploração infanto-juvenil por meio da educação, da prática do lazer, esporte, de cursos e inserção ao mercado de trabalho.


Texto: Por Lucila Pereira (AGE).

Foto: Ascom / AGE.